top of page

Ruptura de estoque: o que é, motivos e como evitar

Atualizado: 3 de mai. de 2023



Todos nós já experimentamos aquela terrível sensação de ir ao mercado para comprar um determinado produto e ao chegar lá, estar em falta.


Sabia que esse tipo de situação se chama ruptura de estoque?


Preparamos este artigo para explicar o que é a ruptura de estoque, seus principais motivos e como evitá-la!



O que é ruptura de estoque?


Podemos dizer, de maneira simplificada, que a ruptura de estoque é justamente quando ocorre a indisponibilidade de um determinado produto para a venda.


Essa situação gera diversos impactos negativos para a empresa, pois tem como consequência a perda de vendas, insatisfação do cliente, além de afetar a reputação do negócio.


Analisaremos nos próximos parágrafos quais são os motivos que levam à ruptura de estoque e quais as soluções mais estratégicas para evitá-la e manter sua empresa em alta competitividade dentro do mercado.


Quais os motivos dessa ruptura?

Há diversas causas que ocasionam a ruptura de estoque. Dentre elas, podemos citar: falta de organização, estratégias pouco eficientes de gerenciamento e falta de pessoal.


Abaixo, destacamos os principais motivos, com o intuito de compreendermos melhor de que maneira a ruptura de estoque é capaz de impactar negativamente o seu empreendimento.


Falta de organização

Sem sombra de dúvidas, a falta de organização em uma empresa traz consequências de efeito bola de neve, que vão desde pequenos prejuízos à falta de confiança por parte do consumidor.


Por exemplo, muitas vezes o empreendimento possui determinado produto, entretanto, na hora da venda este item não é localizado, pois não foi disposto no local correto.


Outra situação que podemos mencionar acontece quando uma empresa não prevê a lacuna que surge entre a demora para efetuar o pedido de compra e o momento em que este produto acaba para a venda.


Também são comuns erros de distribuição interna, ruídos de comunicação entre equipe, gestores e fornecedores, entre outros, ocasionados pela falta de organização.


Neste caso, podemos apontar como um indicador de ruptura de estoque uma gestão pouco eficaz e, por isso, é importante investir em tecnologias que otimizem esses processos com segurança, como o Moki.


Falta de pessoal

A falta de organização mencionada no tópico anterior também pode impactar diretamente nas estruturas de organizações internas, como na gestão direta de pessoas e funções.


Uma ocorrência comum, diretamente relacionada à desorganização da gestão, é a falta de pessoal para repor os itens nas gôndolas dos estabelecimentos de varejo.


Quais as consequências da ruptura de estoque?

Agora que compreendemos o conceito de ruptura de estoque para a logística e quais são os seus principais motivos, iremos focar em suas consequências e sobre o porquê de ser tão importante evitá-la.


Desistência

Não é preciso ir muito além para pensarmos em exemplos de consequências da ruptura de estoque.


Uma delas é bem simples: desistência. Um cliente exigente, que possa até ter tentado outras marcas em situações de ruptura anteriores, decide que se não há aquele determinado item, é melhor não comprar nada.


Neste cenário, o consumidor se sente frustrado. Enquanto para o varejista e o fabricante ocorre a perda de receita, desgaste da imagem, além da perda da oportunidade de fidelização desse cliente.


Concorrência

Acima falamos de desistência, agora vamos imaginar outra situação: você decide fazer um jantar e seus convidados tem preferência por um determinado vinho. Há dois supermercados próximos de sua residência.


Nesse primeiro mercado, antes de pegar quaisquer itens, você checa para ver se há o vinho, porém está em falta. O que fazer? Tenta levar um outro qualquer ou decide dar uma olhada no outro supermercado?


Diante desse contexto específico, é muito provável que uma boa parcela das pessoas opte por tentar primeiramente conseguir determinado produto a simplesmente experimentar algo novo.


Neste âmbito, vamos supor que o cliente decida ir até o próximo supermercado, encontre o vinho e decida realizar o resto de suas compras neste local.


Provavelmente, caso a mesma situação se repita no futuro, a tendência é que este consumidor passe a frequentar o estabelecimento em que os níveis de ruptura sejam menores e ele consiga o que deseja.


Novamente, a ruptura de estoque gerará impactos na imagem do negócio, assim como perda de receita.


 
 

Troca de produto

É possível também que o cliente não deixe inteiramente de comprar e opte por trocar o produto por algum similar, que seja de outra marca.


Assim sendo, para o fabricante deste item, haverá consequências como perda de receita, desgaste da marca, fora o fato de que ter clientes insatisfeitos nunca é um bom sinal.


Insatisfação

Com o avanço da internet, as possibilidades de compras também evoluíram e, portanto, os clientes estão cada vez mais exigentes com a qualidade, preço e oferta daquilo que consomem.


Por isso, é fundamental que as empresas tenham um forte comprometimento com a satisfação de seus consumidores, para não somente manter-se competitiva no mercado, mas também a fidelização de seu público alvo.


Como evitar a ruptura de estoque?

Antes de qualquer coisa é necessário identificar em seu negócio quais são as causas que levam à ruptura de estoque e, assim, garantir uma boa gestão de controle de entrada e saída de itens ou bens.


Além disso, um empreendimento moderno que escolhe estratégias tecnológicas para otimizar a gestão de estoque tende a ter muito mais sucesso e resultados satisfatórios.


Monitoramento de estoque

Investir em um controle adequado de estoque é de extrema importância para se obter uma operação logística mais qualificada e de funcionamento mais eficiente.


Para isso, é necessário que os gestores possuam informações precisas e em tempo real, para que possam realizar escolhas mais assertivas no momento da tomada de decisões.


Desse modo, o monitoramento de estoque otimiza o processo de reposição, tornando-o mais ágil e, consequentemente, com níveis menores de ruptura.


Previsibilidade

Um excelente recurso para a gestão de estoque é utilizar-se da previsibilidade de vendas, a fim de desenvolver as melhores estratégias em seu negócio.


A partir de dados objetivos, é possível entender quais produtos têm maior procura, quem são seus clientes e de que forma é possível deixá-los mais satisfeitos.


Por exemplo, produtos de alto giro são definidos como itens que possuem uma alta demanda no mercado. Detectá-los e diferenciá-los de produtos sazonais é imprescindível para evitar a ruptura de estoque, uma boa ferramenta para isso é a curva ABC.


Tecnologia

Com os avanços tecnológicos, pensar em monitoramento, previsibilidade e uma gestão mais eficiente é certamente contar com o auxílio de ferramentas digitais mais robustas disponíveis.


É sempre importante frisar que empresas que adotam sistemas inteligentes permitem que seus gestores e equipe possam se concentrar em estratégias e focar no que realmente importa.


Quando se opta por um software, com recursos avançados e checklists eletrônicos, ter um controle do estoque de sua empresa, além de uma gestão eficiente, se torna muito mais fácil!

Gestão de estoque com Moki:

Sabemos que há diversos softwares inteligentes no mercado. Entretanto, nem todos possuem sistemas simples, rápidos e tão eficazes como o Moki!


Em outras palavras, o Moki é um aplicativo perfeito para você que deseja aperfeiçoar sua gestão de estoque, já que através de seu sistema é possível criar checklists digitais e otimizar o compartilhamento de informações. 


Além disso, ele facilita a coleta de dados externos e análises de indicadores.

Por isso, o processo de acompanhar alguns pontos tais como, inventários periódicos, assim como o controle de estoque diário por amostragem e de recebimento, fica extremamente fácil e ágil. 


Outra vantagem é que por ser totalmente customizável, inteligente e robusto, o Moki se torna um ótimo aliado para acompanhar a rotina da sua empresa, dinamizar operações e otimizar processos.


Através do Moki, você pode criar dashboards capazes de dar um melhor panorama sobre o que acontece em sua empresa, em tempo real. 


Dessa forma é mais fácil observar padrões e tendências, acompanhar indicadores e cruzar com outros dados importantes, garantindo uma estratégia mais assertiva, além de proteger seus lucros. 


Em suma, para garantir um excelente planejamento de estoque e evitar as tão temidas rupturas, opte pelo Moki e mantenha o seu negócio em alta competitividade no mercado, utilizando o melhor da tecnologia a seu favor!



Conclusão

No artigo de hoje aprendemos o conceito de ruptura de estoque, os motivos pelos quais ela acontece e porque, definitivamente, é preciso evitá-la.


Se sua empresa pretende se manter competitiva no mercado, com uma gestão eficiente e ter alta lucratividade, os níveis de ruptura de estoque devem ser os mais baixos possíveis. 

Caso contrário, haverá clientes insatisfeitos e, consequentemente, baixa reputação. O pesadelo de qualquer empreendimento, certo?


Por conta disso, vimos que uma das melhores soluções é investir em ferramentas tecnológicas, como o Moki, capazes de potencializar todo o gerenciamento do seu negócio, de modo que haja sempre sucesso e alta lucratividade. 


Leia também:

Kommentare

Mit 0 von 5 Sternen bewertet.
Noch keine Ratings

Rating hinzufügen
bottom of page