top of page

Saúde Ocupacional: o que é, importância e vantagens

Atualizado: 3 de mai. de 2023



Toda empresa que deseja manter-se competitiva e bem sucedida deve saber que este objetivo é impossível de se alcançar!


Principalmente, sem que se leve em consideração o bem estar de seus funcionários. 

Pensando nisso, o quão você ou sua empresa sabem sobre saúde ocupacional e seus impactos numa maior qualidade de vida de seus colaboradores?


Neste artigo, iremos explicar melhor o que é saúde ocupacional, sua importância e as diversas vantagens que ela oferece. 


O que é saúde ocupacional? 

Independentemente se a empresa é de pequeno, médio ou grande porte, a garantia da saúde ocupacional no Brasil é um direito do trabalhador, portanto, um setor obrigatório. 


De maneira simplificada, podemos dizer que a saúde ocupacional é uma área ligada à medicina, que tem por objetivo zelar pelo bem estar de trabalhadores e prevenir doenças ou eventuais danos. 


Quando pensamos em riscos e acidentes, diversas vezes o exemplo que vem a mente está relacionado somente com máquinas, materiais tóxicos ou demais exemplos presentes em indústrias. 


No entanto, escritórios são exemplos cotidianos que também podem gerar riscos à saúde, pois funcionários passam grande parte do tempo na mesma posição, em contato direto com telas iluminadas.


Apesar desta parecer uma estrutura completamente inofensiva, sabemos hoje em dia, que permanecer longas horas nesse tipo de dinâmica também pode trazer prejuízos a longo prazo.


Sendo assim, a saúde ocupacional é responsável por conscientizar empregadores e empregados de forma que amenize quaisquer eventuais danos provocados por situações laborais. 


Por isso, é imprescindível que cada empresa garanta um ambiente bem estruturado para seus funcionários, oferecendo a segurança do trabalho necessária e, assim, maior qualidade de vida.


Qual a importância da saúde ocupacional? 

Embora haja quem se preocupe com a saúde ocupacional somente no momento de exames de admissão e demissão de funcionários, na prática essa área deve ir muito além disso.


Já que contratar um funcionário saudável, mas não oferecer um ambiente no qual ele se mantenha dessa forma reduzirá também a produtividade do colaborador e o fará trabalhar com menos disposição. 


Por isso, manter exames de rotina para checar a saúde tanto física quanto mental de seus colaboradores auxilia em um maior entendimento para que se possa atuar na prevenção de eventuais riscos. 


Qualquer empresa que tenha o intuito de investir, de fato, na saúde ocupacional precisa saber que este também é um investimento em si mesma.


Afinal, podemos dizer que a saúde do trabalhador é sinônimo de saúde ocupacional e defender um ambiente sadio e prezar por seus colaboradores é fundamental. 


Quais as vantagens do cuidado com a saúde ocupacional? 

Se os funcionários são a alma de uma empresa, qualquer estabelecimento que lhes ofereça um ambiente seguro e saudável tende a obter inúmeras vantagens, como veremos a seguir. 


Produtividade 

Uma vez que um colaborador percebe que está num ambiente seguro, sem o receio de estar exposto a riscos ocupacionais, ele tende a trabalhar mais motivado.


Esse sentimento torna-se não só uma sensação individual, mas também coletiva, pois fortalece o elo entre funcionários e empresa, resultando em um melhor aproveitamento de mão de obra. 


Redução de acidentes 

Segundo um gráfico apresentado pela plataforma SmartLab, as lesões de trabalho mais frequentes ocorridas entre os anos de 2012 a 2020 foram corte, laceração, ferida contusa e punctura, totalizando em 21% dos casos. 


Dentre os grupos de agentes causadores de acidentes, destacam-se máquinas e equipamentos em 15%, seguidos de agente químico, com 14% dos casos. 


É pensando nessas situações que podemos explicitar qual é o objetivo da saúde ocupacional: reduzir a ocorrência desses tipos de lesões e acidentes, oferecendo segurança em primeiro lugar. 


Colaboradores mais satisfeitos 

Acima falamos sobre o aumento da produtividade quando se tem colaboradores mais satisfeitos, entretanto, essa não é a única vantagem dentro de um ambiente mais saudável.


Empresas que possuem uma equipe motivada e orgulhosa do local onde trabalham garantem também uma boa reputação, com melhora considerável de sua imagem perante o mercado.


Isso também atrai clientes, que muitas vezes buscam investir em empresas mais humanizadas, pois passam maior confiança e credibilidade. 


Redução do fluxo de entrada e saída de funcionários 

Outro grande benefício da saúde ocupacional é diminuir o fluxo de entrada e saída de funcionários, pois se eles estão satisfeitos terão menos motivos para procurar outra empresa. 


Também é importante salientar que a prevenção de doenças ocupacionais influencia na redução do número de afastamentos causados por elas, também conhecido como absenteísmo. 


Diminuição de custos

Um fator observado a longo prazo é a redução de custos tanto diretos como indiretos.

A partir do momento em que se investe na saúde ocupacional, consequentemente temos um menor índice de despesas de saúde, indenizações e remuneração de trabalho não realizado. 


Como melhorar a saúde ocupacional? 

Há diversas formas de aprimorar a saúde ocupacional na sua empresa. Hoje em dia podemos contar também com o apoio da tecnologia disponível para isso. 


O Moki é um software que conta com checklists personalizados de excelência para uma gestão mais segura e que podem, inclusive, ajudar na implementação da saúde ocupacional em seu negócio ao simplificar a correção de não conformidades e a criação de planos de ação.


Através do acompanhamento dos resultados dos checklists, é possível criar indicadores de segurança do trabalho. Além disso, é possível cruzar, no Moki, esses dados com informações externas, como números de acidentes de trabalho e afastamento de colaboradores por esse motivo. 


Assim, é possível enxergar a realidade da situação da saúde ocupacional na sua operação e criar ações corretivas para reduzir riscos, implementar melhorias e conscientizar melhor o seu time de funcionários.

 
 

Nos próximos parágrafos pontuaremos outras maneiras de melhorar a saúde ocupacional e tirar o maior proveito dela. 


Incentivo à boa alimentação 

Pensar na saúde dos funcionários passa por questões que não envolvem somente a função laboral em que se exerce, mas também o que mantém um indivíduo saudável em geral. 


Sendo assim, podemos frisar que a alimentação saudável e o incentivo desta desempenham um ponto fundamental na hora de orientar os colaboradores através da saúde ocupacional. 


Quando falamos em alimentação saudável, isto não implica dizer ter uma dieta restritiva, mas consumir nutrientes necessários para se alcançar um bom funcionamento do corpo. 


Incentivar a ingestão de frutas e verduras, beber ao menos a quantidade mínima necessária de água por dia, preferir alimentos integrais são algumas das diversas sugestões positivas que empresas podem promover.


Além disso, caso o ambiente de trabalho possua refeitórios e ofereça refeições, contar com a ajuda de nutricionistas para garantir um cardápio balanceado, além de incentivar e tirar eventuais dúvidas também é uma ótima solução. 

Ergonomia

A saúde ocupacional no Brasil atende às Normas Regulamentadoras. Sendo a ergonomia um de seus aspectos, esta tem o intuito de proporcionar aos trabalhadores parâmetros de melhor adaptação a suas condições de trabalho. 


Isto é, cabe aos empregadores ou gestores analisar quais são as necessidades psicofísicas de seus colaboradores, de acordo com o serviço prestado e adaptá-las da melhor forma possível. 


Portanto, é necessário oferecer pausas para descanso, orientar profissionais a práticas ergonômicas saudáveis, além de oferecer meios que tragam mais conforto a esses profissionais.


Por exemplo, cadeiras ergonômicas e posicionar computadores alinhados à altura dos olhos faz com que menos prejuízos na saúde sejam causados a profissionais em escritórios.


Encorajamento à prática de atividade física

Outro ótimo hábito positivo que a saúde ocupacional pode sugerir é a prática de atividades físicas, pois sabemos que para uma mente sã é importante também um corpo são. 


Então, estimular a ginástica laboral e o alongamento frequente são maneiras benéficas de prevenir eventuais danos e problemas de saúde, independentemente da área exercida pelo funcionário.


Palestras 

Conscientizar e orientar funcionários faz parte da oportunidade de dar uma maior autonomia para que os colaboradores entendam os benefícios e importância da saúde ocupacional. 


Logo, apostar em palestras é uma ótima alternativa para estimular melhores hábitos e, consequentemente, ter um ambiente de trabalho mais benéfico em sua empresa. 


Saúde ocupacional nas indústrias

Certamente a gestão de uma boa prática da saúde ocupacional dependerá do meio e necessidades específicas de cada estabelecimento, o mesmo ocorre com indústrias. 


Por exemplo, os cuidados com quem realiza instalações elétricas são diferentes para aqueles que lidam com produtos químicos, pois cada atividade gera um risco ocupacional diferente.


É preciso um olhar qualificado e equipe bem preparada para determinar quais os riscos envolvidos e as consequências que eles podem trazer para a operação e a equipe e, assim, desenvolver protocolos para que os  procedimentos sejam mais seguros, respeitando sempre as NRs.

Como o Moki pode ser útil para a saúde ocupacional?

Agora que você já sabe o que é, qual a importância e vantagens da saúde ocupacional, é hora de entender mais detalhadamente como o Moki pode te ajudar a cuidar melhor dela! 

A tecnologia veio para facilitar o dia-a-dia das empresas, trazendo a possibilidade de uma gestão mais eficiente e personalizada. 


O Moki é uma ferramenta completa de gestão, que serve como um sistema de gerenciamento de campo otimizando auditorias de processos, ao mesmo tempo que também é ideal para automatizar procedimentos e permitir análises profundas. 


O software da Moki facilita o acompanhamento de indicadores de gestão e possibilita o cruzamento de dados externos e internos, que podem ser obtidos pelos checklists. Simples e robusto, ele é capaz de trazer resultados incríveis para o seu negócio.


Portanto, ele permite que você conheça a fundo sua empresa, analise quais são as necessidades e pontos cruciais que precisam ser tratados a fim de desenvolver uma boa saúde ocupacional. 


Conclusão

No artigo de hoje, vimos que investir na saúde ocupacional é, de certa maneira, demonstrar que a empresa possui fortes valores como ética, comprometimento, responsabilidade social e confiança.


A partir do momento em que uma empresa se preocupa com a saúde de seus colaboradores, ela se torna mais humanizada, atenta às necessidades do outro e como contrapartida obtém um meio mais produtivo. 


Demos exemplos de como melhorar a saúde ocupacional de sua empresa através de investimentos na ergonomia do ambiente de trabalho, oferecimento de palestras de conscientização, incentivo à prática de atividades físicas e boa alimentação.


Também mostramos como o Moki, com seus poderosos checklists, podem facilitar a realizar uma gestão de saúde ocupacional personalizada de forma mais eficiente e prática. 


Veja outros conteúdos sobre segurança no trabalho:

 

Baixe nosso ebook gratuito sobre Segurança do Trabalho e saiba ainda mais sobre o assunto!

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page