top of page

Tomada de decisão: o que é, qual a importância e como realizar

Atualizado: 2 de mai. de 2023



Tomada de decisão: o que é?

A tomada de decisão, nada mais é que parte de um processo cognitivo, envolvendo aspectos racionais e emocionais, o qual analisa e elege uma opção dentre as possíveis alternativas. Em um contexto empresarial, é através dela que líderes estarão aptos a realizar difíceis escolhas que vão desde soluções de problemas extremamente complexos à contratação e demissão de funcionários, entre outros. Dessa maneira, o objetivo em questão é reduzir quaisquer incertezas de caráter estratégico, tendo em vista soluções eficientes para que a empresa possa se manter competitiva no mercado e operar em seu potencial máximo.

Qual é a importância da tomada de decisão?

Como mencionamos anteriormente, cada escolha gera uma consequência ou oportunidade. Transformar esse processo no mais racional possível reduz drasticamente as chances de erros. Logo, a partir do momento em que se pensa na importância da tomada de decisão, percebemos que é somente através dela que um negócio começa a se movimentar e alcança novos patamares na competitividade empresarial.

Antecipe-se às demandas do mercado e descubra como aplicar Inteligência Competitiva


Conheça os tipos de tomada de decisão


Decisão baseada em valores

Cada um de nós carrega valores e questões morais que acreditamos serem corretos ou não. Sendo assim, a tomada de decisão baseada em valores é aquela que está intrinsecamente ligada à formação de caráter de seus gestores. Então, quando um líder tem valores positivos, suas decisões serão provavelmente mais justas e íntegras, uma vez que o bem estar de todos e do empreendimento será levado em consideração. Entretanto, caso o gestor tenha valores negativos, suas decisões podem ser menos imparciais, uma vez que este provavelmente colocará a si mesmo em primeiro lugar antes de fazer uma escolha.

Decisão baseada em crenças conscientes e subconscientes

Em nosso dia a dia, diversas vezes quando precisamos realizar algumas escolhas, até mesmo em nossa vida pessoal, estas são baseadas em crenças conscientes e subconscientes. Desse modo, é interessante frisar que uma vez que se tem consciência de uma situação específica, haverá um maior controle na decisão, já que partirá de uma análise mais racional.

Neste caso, os gestores quando tomam uma decisão baseada em crença consciente podem agir com maior responsabilidade e confiança, aumentando as chances de sucesso. Por outro lado, por sermos humanos e constituídos de uma história na nossa formação, nem sempre nossas decisões são tomadas de forma consciente, variando de acordo com a subjetividade de cada profissional. Assim, o melhor a se fazer é manter um cuidado redobrado neste tipo de decisão, para que ela não balance para um lado extremamente pessoal e pouco benéfico num contexto empresarial.


Decisão baseada em dados

Atualmente, as ferramentas tecnológicas são as melhores aliadas para uma gestão segura e eficiente. Nessa perspectiva, uma tomada de decisão baseada em dados considera a análise de informações, padrões e probabilidades, diminuindo os riscos na hora de desenvolver as melhores estratégias. É importante salientar que contar com o apoio de uma plataforma de eficiência operacional e de gerenciamento de dados, robusta como o Moki, proporciona melhores insights para o processo decisório. Isso ocorre devido a sua enorme capacidade de cruzamento de informações alinhada ao processo e objetivo estratégico. Assim, as operações se tornam mais dinâmicas e otimizadas.


Quais são as etapas do processo de tomada de decisão?


Identificação do problema

Em primeiro lugar, é extremamente importante analisar seu contexto, identificar não conformidades nos processos e quais são os possíveis problemas ou obstáculos que estejam afetando a produtividade da empresa.

Definição de planejamento estratégico

Após identificar os principais problemas e oportunidades, é hora de definir qual será o planejamento estratégico para auxiliar na tomada de decisões. A partir daí, podemos citar alguns aspectos a serem considerados, tais como: quais produtos ou serviços que o negócio oferece, perfil dos clientes, mercado inserido e demais competidores. Outro ponto que podemos salientar é conhecer quais são os objetivos do seu negócio para conseguir focar o planejamento de acordo com suas demandas e necessidades.

Conhecimento de todas as áreas da empresa

Conhecer todas as áreas da empresa é um dos pontos-chave para obter uma gestão de excelência e realizar uma tomada de decisão mais eficiente. Para isso, graças ao avanço tecnológico, há softwares no mercado que auxiliam essas operações de maneira mais simples e organizada, deixando que os líderes se concentrem nas melhores estratégias. Por exemplo, o Moki é uma ferramenta de gestão que se adapta às mais diversas áreas de uma empresa. Pode ser usado com igual eficiência em diferentes processos, como, segurança do trabalho, controle de inventário ou mesmo visual merchandising. Além disso, também é possível inserir dados externos, cruzá-los entre si ou com dados de campo. Isso permite um olhar mais global da empresa por parte dos tomadores de decisão.

Avaliação de resultados

A última etapa é realizar uma avaliação de resultados, pois essa é uma excelente forma de compreender quais experiências foram bem sucedidas e quais são as que ainda precisam melhorar. Além disso, através da análise de relatórios e dashboards, é possível predizer certas tendências, revisitar tomada de decisões passadas e aprender com o histórico do empreendimento.

Tome decisões a partir de análises, conheça o relatório de Respostas em Gráficos do Moki


Conclusão

Aprendemos ao longo desse artigo que a tomada de decisão faz parte de um processo complexo, o qual exige bastante cuidado e responsabilidade, afinal, é ela quem influencia o futuro dos negócios e se a organização será bem sucedida ou não. Posteriormente, discorremos sobre seus principais tipos, quais são suas etapas e explicamos brevemente de que maneiras ferramentas robustas como o Moki podem auxiliar na otimização de sua gestão. Em suma, a tomada de decisão exige um processo complexo, mas avaliando com cuidado o que se adapta de forma mais adequada às necessidades do seu empreendimento e com a ajuda da tecnologia certa, o futuro de sua empresa será muito mais lucrativo!

bottom of page